Lifestyle

Sobrevivendo ao Clima Seco do Centro Oeste

desert-279862_960_720

Quem me acompanha no Twitter e no Instagram já deve estar cansado de me ver falar sobre como tem sido difícil lidar com o clima seco que tem feito aqui no Centro Oeste do Brasil.

Durante os meses de agosto, setembro e outubro a seca toma conta da região central do país a ponto praticamente não dar para respirar. Acontece sangramentos nasais, tosse, coceira na garganta e extrema dificuldade para respirar.

Como me mudei para o Mato Grosso no primeiro trimestre do ano não sabia de nada disso. Na verdade eu nunca tinha vivido algo parecido para ter a noção dos cuidados que eu precisaria ter quando a umidade caísse abaixo de 60% e no caso de Rondonópolis estamos apenas com 15% de umidade durante o dia o que é muito pouco e desconfortável para todos, mas principalmente para quem, assim como eu, é alérgico a poeira.

Em Juiz de Fora a umidade era alta, em torno de 85% nessa época, então vocês podem imaginar o sufoco que tenho passado aqui, tanto que nesse semana passada fui parar no hospital pois parei de respirar e minha pressão caiu. Depois de recuperada e tudo certo, decidi fazer uma listinha básica de cuidados que é importante ter quando se está em regiões secas, seja para morar ou até mesmo para visitar.

Beba Água

bottle-2032980_960_720

Beba o máximo de água que você conseguir, ainda assim, certamente não será o suficiente.

Um risco enorme que se corre quando se trata de seca é a desidratação, por isso beber muita água ajuda o corpo a manter seus níveis de água do corpo normais já que além do clima seco, o calor é intenso e é inevitável a perda de líquido através do suor e do ressecamento da pele.

Use Umidificador de Ar

umidificador-de-ar-Copia

O umidificador de ar ajuda a repor a umidade ausente no ambiente e é ainda mais importante quando o uso do ar condicionado é constante por causa do calor. Use principalmente para dormir e se você não tiver como comprar um, pode usar bacias de água e toalhas molhadas espalhadas pelo ambiente.

Mantenha Mucosas Hidratadas

Poisoned-With-Visine-Eye-Drops

Além de beber muita água, é também importante pingar bastante soro fisiológico nos olhos e no nariz. O colírio, mesmo os mais simples de lubrificação só deve ser utilizado de acordo com prescrição médica, porém o soro fisiológico ajuda a evitar que as vistas fiquem embaçadas e ardendo devido seu ressecamento e o mesmo acontece com o naris. Além de ajudar na respiração, lubrifica as vias nasais e ajuda a aliviar a sensação de secura.

Cuide de Sua Pele

Como-hidratar-rosto-e-corpo-005

Seja com cremes hidratantes, com óleos corporais ou com a simples vaselina mesmo, o importante é manter a pele bem cuidada e livre das rachaduras e ressecamento provocadas pela desidratação das mesmas.

Manere no Sal

sal1

O sal naturalmente já faz com que retenhamos mais líquidos sugando a água das células podendo levar a um aumento da pressão arterial, no tempo seco isso é potencializado, já que estamos mais expostos a uma possível desidratação natural provocada pela falta de umidade no ar. Por isso é importante diminuir a quantidade do consumo de sal nos alimentos preparados em casa e evitar comer fast foods e alimentos processados, onde os alimentos tem uma carga de sódio mais elevada.

Faça Nebulizações

 

conj-todo-mascaras-mangueiras-copinho-2014-jpg

Se mesmo com todos os cuidados acima você ainda achar que sua respiração está sendo prejudicada, faça nebulizações com soro fisiológico cerca de três vezes ao dia e você perceberá uma grande melhora.

E não é necessário ir até o hospital para fazer as nebulizações. Nesta época a maioria das farmácias fazem até promoção de aparelhos para inalação e nebulização domiciliar e o preço (que nem é lá muito alto) vale cada centavo quando o assunto é respirar melhor.

 

Bem, são muitos os cuidados que se deve ter quando se mora em um local com clima seco e não vou dizer que mesmo fazendo tudo isso fica fácil porque não fica. Eu sou bastante alérgica e estou tendo muita dificuldade para lidar com isso, mas como tudo na vida, espero me acostumar uma hora e com a ajuda desdes cuidados que listei acima não sentir tanto como sinto.

Este post eu fiz com a intensão de ajudar àqueles que, assim como eu, não sabem que cuidados como estes podem mudar nossa rotina e ajudar a enfrentar esses três meses difíceis do ano aqui no centro oeste. Espero ter dado um luz a alguém.

Beijo grande, Carolina.

 

Lifestyle

FRUTAS – Diversificando o Paladar

frutas-que-emagrecem

Eu nunca fui 100% amiga das frutas, ficava sempre naquela zona de conforto entre a maçã e banana porque são as mais tradicionais, mais fáceis de combinar em pratos tanto doces quanto salgados e por agradarem mais o meu paladar.

Acontece que desde que eu decidi me engajar em uma alimentação mais saudável minha primeira alternativa foi aumentar o leque de opções das frutas que eu consumia e buscar mais criatividade na hora de bolar algo para comer com elas.

Tradicionalmente as frutas já são lindas e se pararmos para procurar, existem milhões de formar de deixá-las ainda mais bonitas e apetitosas aos olhos e paladar. Talvez à consumir da maneira rotineira de sempre vai perdendo a graça e é bacana dar aquela diversificada também para transformar uma coisa que a gente já gosta em uma coisa mais gostosa ainda, ou até transformar algo que não nos agrada tanto em uma textura ou preparo que pode nos agradar.

Sorvetes e picolés caseiros com pedaços de frutas:

picole-dieta-3
Fotos

Uma ótima opção para os dias quentes é fazer picolés e sorvetes com pedaços de futas. Geladinho tudo fica mais gostoso e o calor já pede naturalmente uma fruta para dar um frescor.

Smoothies de frutas congeladas:

suco-caju-manga-1
Fotos

Congelar as furtas e depois batê-las no liquidificador com iogurtes ou sorvetes também é outra ótima opção para ingerir futas e se refrescar no calor, além de tapear a vontade de comer doces.

Frutas em calda:

57de7ad9b95e836dd52c04ce20c63d98
Foto e Foto

As frutas em caldas são uma ótima opção para incluir no cardápio de quem ama doces e podem acompanhar um sorvete, iogurte, creme de leite e até tortas.

Salada de Frutas:

salada-de-frutas-4
Foto e Foto

A boa e velha salada de frutas ainda é a melhor alternativa para se incluir diferentes frutas na dieta. Tem muitas frutas eque eu mesma só consigo comer se for na salada de frutas que mistura tudo e acaba ficando delicioso.

Geleias:

salada-de-frutas-4
Foto

Outro jeitinho de consumir frutas que eu amo é através de geleias. Amo, amo e amo!!! Se forem caseiras então, melhor ainda que dá pra misturar frutas e dosar a quantidade de cada coisa agrada mais.

Sorbet:

salada-de-frutas-4
Foto e Foto

O sorbet é outra alternativa para quem ama doces e sorvete, mas tenta manter a linha mais saudável. Por ser a base de água e frutas ele é mais leve que um sorvete tradicional.

 

Bom, acho que deu pra tirar bastante ideia de como consumir mais frutas e incluir as que gosta menos na alimentação seguindo preparos diferentes, né?! Espero que ajude a quem, assim como eu, tem o paladar bem seletivo, mas quer melhorar a qualidade da dieta.

Beijo beijo, Carolina.

Lifestyle

Sedentarismo, você não está sozinha!!!

Este foi um texto meu que saiu esta semana para um site dedicado ao MMA Feminino no qual estou contribuindo semanalmente. Vou contar a vocês sobre esse projeto mais pra frente, mas por enquanto, achei interessante deixar pra vocês o texto que escrevi e que gostei muito de falar sobre esse assunto por sinal e o LINK original para vocês conferirem.

19059353_1451664194895431_714946141238891461_n

Se existe aquele pessoal 99% vagabundo eu fazia parte dos 99% sedentários. O 1% era aquela certeza de que estava no caminho errado, mas que por algum motivo eu não conseguia transformar os 99% em 1% e vice versa.

Acontece que sofro de um dos sete pecados capitais e que, até hoje, luto contra ele todos os dias como se fosse um outro ser dentro de mim: a preguiça!

Não que eu me orgulhe disso, pelo contrário, desde pequena meu pai vivia me dizendo que por mais que sentisse preguiça eu não deveria assumir e nem dizer em voz alta essa palavra. Talvez porque atraísse mais ou porque fosse vergonhoso mesmo.

O fato é que eu sempre busquei combater esse mal pulando de galho em galho por praticamente todos os esportes e tipos de atividades físicas que se possa imaginar. Pra mim, o importante era mostrar para todo mundo que eu estava tentando, não importando o tempo que eu estivesse praticando.

Mas acontece que depois que virei mentalmente adulta e a campainha dos 30 anos começou a querer tocar na minha porta as preocupações com a saúde física e mental apareceram de verdade. Parece que a gente vai “envelhecendo” e ficando medroso. O corpo muda, o fôlego já não é mais o mesmo, um convite para uma balada passa a ser menos interessante do que ficar em casa assistindo um filme e comendo pipoca e a preocupação com o resultado dos exames de sangue passa a ser temerosa. Colesterol então, vamos deixar esse assunto de lado pra não entrar em paranoia.

Sim! A nossa mente controla nosso corpo, mas estar bem com ele mesmo fisicamente faz com que 80% da mente funcione melhor e para isso, só praticando uma atividade física prazerosa pra manter tudo no lugar.

Eu sempre fui apaixonada por lutas desde que assisti pela primeira vez. Aquela adrenalina toda dos lutadores contagiando a torcida me empolgava muito e parecia que, por dentro, eu estava lutando junto com eles. Bingo! Então era disso que eu precisava, transformar aquela empolgação que já sentia enquanto assistia as lutas em algo palpável pra mim, ou seja, lutar.

Não vou dizer que só porque gosto de lutas a preguiça não existe mais, mas fazer algo que eu me interesso me estimula muito mais a continuar com vontade de tirar a bunda do sofá e ir para a academia do que se estivesse fazendo algo que nada tem a ver comigo.

Eu achava que esse papo de ficar mais bem disposto com a vida praticando atividade física não existisse, mas eu realmente fico animada quando saio da academia. Parece que quando respiro fundo consigo sentir o ar entrando e saindo dos meus pulmões e o sangue correndo rápido sobre todo o meu corpo. É gratificante.

Hoje tenho mais ânimo para fazer minhas atividades rotineiras, minha cabeça funciona melhor e até arrisco uma saída no final de semana com a galera sem titubear. Sem contar que quando praticamos aquilo que gostamos, entendemos na prática como tudo funciona e nossa análise crítica sobre o assunto melhora, fazendo com que nos interessemos ainda mais pelo assunto.

Texto postado 08 de junho de 2017 em Mulheres Loucas Por MMA.

Espero que gostem!

Beijos e mais beijos, Carolina.

Lifestyle · Viagem

Check List Para Fazer as Malas

Como eu viajo bastante, sempre tenho que pensar bem no que vou levar e por muito tempo eu ficava fazendo aquela listinha básica e sempre acabava esquecendo alguma coisa pra trás.

Aí de uns tempos pra cá eu fiz uma lista coringa que já contém as coisas básicas de toda viagem e só acrescento alguns itens de acordo com a viagem que vou fazer, como roupas de acordo com a temperatura englobando com isso os sapatos, casacos e etc.

Então hoje eu decidi compartilhar com vocês essa minha lista que tanto me ajuda. Eu separo tudo por “segmento” e fica bem mais fácil.

uso íntimo

Começo minha lista sempre pelas coisas de uso pessoal, pois são fundamentais e indispensáveis:

  • ESCOVA DE DENTES – CREME DENTAL – ESCOVA DE CABELO – PROTETOR SOLAR – SHAMPOO, CONDICIONADOR E CREME DE CABELO – SABONETES – PRENDEDORES DE CABELO – COTONETES – REPELENTE – FIO DENTAL – MAQUIAGEM – HIDRATANTE CORPORAL – ABSORVENTES – REMÉDIOS – PERFUME – LENÇOS HUMIDECIDOS (OU DEMAQUILANTE)

acessórios

Tem gente que leva um mundo inteiro de acessórios e acho que eles são fundamentais para compor os looks, principalmente se você vai passar vários dias viajando e pode precisar repetir as roupas várias vezes.

  • ÓCULOS DE SOL – CHINELOS – JOIAS E/OU BIJUTERIAS – SOMBRINHA – BOLSAS

peças íntimas

Para as peças íntimas é preciso ter muita atenção na contagem dos dias que você passará viajando. É preciso analisar se para onde você vai tem como lavar, ou se será necessário levar uma peça ou duas peças – como calcinha –  para cada dia.

  • CALCINHA E SUTIÃ – MEIAS – PIJAMAS – BIQUINES

eletrônicos

Os eletrônicos são peças fundamentais para registrar toda a viagem e também para os cuidados conosco.

  • CELULAR E CARREGADOR – CÂMERA FOTOGRÁFICA E CARREGADOR DE BATERIA – SECADOR DE CABELOS – CHAPINHA – FONES DE OUVIDO – BABY LISS

documentos

Se tem uma coisa que não pode ser esquecida de jeito nenhum são os documentos. Já passei apertos por não levar documentos suficientes para viagens (contei neste post aqui) e hoje em dia me organizo bem para não passar por isso de novo.

  • CARTEIRA DE IDENTIDADE – CPF – HABILITAÇÃO – PASSAPORTE – CARTÃO DE VACINA OU DOCUMENTOS DE SAÚDE NECESSÁRIOS (DEPENDENDO PARA ONDE ESTÁ INDO)

E o restante das coisas eu vou complementando mesmo como disse ali em cima. Tudo depende do lugar que estou indo viajar e por quantos dias pretendo ficar viajando. Já passei aperto por levar coisa de mais e ter que pagar por excesso de bagagem e já passei aperto por levar coisa de menos e ter que lavar roupa no chuveiro para ter o que usar ou sair rua a fora procurando pra comprar. O importante disso tudo (tirando os apertos) são as experiências e histórias pra contar que cada viagem me traz, que é o que me deixa mais feliz e motivada de viajar.

Bem, espero que o post ajudem vocês na hora de organizar suas malas, assim como me ajuda muito.

Beijo grande, Carolina.

DIY · Lifestyle

Montando Minha 1ª Horta em Casa

thumbnail_IMG_2440

Um dos primeiros posts que fiz aqui no blog foi sobre ter uma mini horta em casa. É um projeto que eu sempre quis colocar em prática assim que tivesse minha própria casa e agora não há mais razão pra não fazer uma. Tenho uma casa grande que me possibilita isso e que, na verdade, nem precisava ser uma mini horta, pois tenho um espaço gramado enorme nos fundos, mas imaginei que se fosse menor, seria mais fácil de cuidar e me dedicar já que estou começando agora com essa coisa de plantas e tal.

Ainda tenho alguns outros projetos e quero plantar algumas outras coisas, mas estou indo por partes pra ver até aonde consigo chegar e se tenho mesmo “mão” pra plantação.

Antes de qualquer coisa, quero deixar claro que não tenho a menor noção de jardinagem ou plantio. Sei que existem milhares de maneiras de plantar hortas caseiras e que talvez eu deveria seguir alguma delas, mas estou fazendo o meu jeito e do jeito que acredito que vai dar certo. Por isso, aqui vai o meu passo a passo!

thumbnail_IMG_2438

Apesar de estar começando agora, eu confesso que me empolguei na hora de comprar as sementes. Isso porque o certo seria começar plantando uma coisinha só pra ver se vai dar certo mesmo, mas se não for pra começar com passos largos eu nem começo, porque dou dessas! Hahahaa

Preferi começar com sementes do que com muda, pois seria muito mais difícil encontrar mudas de tudo que estava procurando. Se com as sementes eu já não encontrei muita coisa (como manjericão, alecrim e tomilho), imagina com mudas.

thumbnail_IMG_2455

Comecei forrando o fundo do vaso com pedras que encontrei nos fundos daqui de casa mesmo. A ideia era usar brita, mas não encontrei pra comprar em pouca quantidade e como era só pra não deixar a terra em contato direto com o fundo do vaso, estas pedras comuns me atenderam direitinho.

thumbnail_IMG_2456

Depois cobri com terra já adubada, misturada com terra que já tinha aqui no meu jardim desde quando me mudei.

thumbnail_IMG_2461

thumbnail_IMG_2462

Para as sementes, segui a orientação do verso da embalagem (normalmente é o melhor a se fazer) e obedeci a época indicada para plantio de cada um dos tipos de sementes. Como estamos em boa época de plantio aqui no Mato Grosso para todas as sementes que comprei, não precisei me preocupar.

thumbnail_IMG_2436

E por fim, todos os vasos já plantados esperando apenas a mãe natureza fazer o seu papel (e eu o meu, claro).

Assim que começar a ter as primeiras impressões da horta nascendo e dando seus vegetais eu venho aqui atualizar tudo pra vocês acompanharem tudo comigo, enquanto isso, me acompanhem no Instagram, lá eu posto diariamente sobre minha rotina e sobre tudo que eu posto aqui, porém com mais detalhes.

Beijos a todos que vem me prestigiando aqui no blog, Carolina.

Lifestyle

Torne seu Domingo mais Interessante

Domingo é conhecido como o dia mundial do tédio e, falando sério, isso é muito chato. O dia que deveria ser considerado como um descanso, só tem besteiras passando na TV, você acorda tarde, almoça mais tarde e acaba ficando tentado a dormir o dia todo.

Eu sou uma daquelas pessoas que lutam contra o tédio toda semana no domingo. Me desdobro tentando arranjar algo bacana para fazer e, na maioria das vezes, ninguém está disposto nem a sair de casa. Isso acabou me motivando a fazer este post e pesquisar bastante sobre coisas diferentes para fazer no domingo, principalmente em sua própria companhia, sem depender de ninguém. Vamos lá:

  1. Ler um bom livro ao ar livre: durante a semana é um caos. A gente sempre tem milhares de coisas pra fazer e acaba não dando à devida atenção a leitura que é uma coisa muito gostosa quando encontramos aquele livro que prende a gente do início ao fim. Domingo é o dia ideal para sentar em um parque ou um lugar tranquilo ao ar livre e viajar na leitura.

3534

  1. Colocar em dia seu seriado preferido: mesmo caso da leitura, dias de semana tenho tanta coisa pra fazer que não consigo e nem posso me dar ao luxo de sentar em frente a TV ou PC para assistir meus seriados preferidos e eles acabam ficando todos atrasados. Domingo é o dia ideal para colocar todos em dia e ainda conhecer série nova. Com os recursos de hoje em dia ajudando, dá pra assistir pelo esquema de gravações programadas da SKY, pelo NetFlix, baixando direto da internet… O que não dá é pra ficar sem assistir o que gosta.

img_6577

  1. Dar um jeito no closet: ah, esse tópico é ótimo! A gente sempre tem aquele monte de roupas que não usa mais e que está doido pra dar um jeito nelas, mas nunca dá tempo, daí elas ficam lá no armário ocupando espaço e confundindo você na hora de escolher que roupa usar. Bora colocar tudo numa sacola bem grande e doar para quem precisa ou para instituições que trabalham com bazar para levantar fundos. Aqui em Juiz de Fora eu sempre levo tudo para o ASCOMCER, um hospital de câncer que vive de doações e por isso tem bazares de roupas e objetos.

img_6631

  1. Passear com seu pet: domingo é dia de dar atenção aquele amiguinho que está do nosso lado a semana inteira, mas que nunca dá pra fazer um agrado à altura pra ele levando pra passear e correr. Aqui na minha cidade parece que todo mundo tem o costume de ir passear com seu bichinho no domingo. É uma graça ver como eles ficam tão felizes com apenas um passeio.

45

  1. Visitar pontos turísticos da sua cidade: por mais que a gente more na cidade mais maravilhosa do mundo, a gente acaba não indo turistar de verdade tudo de bacana que a nossa cidade tem a nos oferecer. É legal dar um de turista na própria cidade, bater fotos, apreciar o local e fingir que nem é dali. Funciona que é uma beleza e é um programa diferente.

IMG_0167

  1. Praticar esportes: domingo também é o dia que mais vejo a galera fazendo exercícios. Talvez para compensar a comilança da semana toda ou simplesmente para fugir do tédio mesmo. Dar uma corrida, andar de bike e depois tomar aquele açaí bem refrescante cai super bem.

índice

  1. Pegar a estrada sem rumo: parece estranho essa coisa de sair por aí sem rumo, mas garanto que funciona. Claro que você não vai tão longe a ponto de ficar com preguiça de dirigir na volta, né?! Mas pegar uma boa estrada tipo a BR, com o asfalto novinho, uma vista bonita, colocar uma boa música no som do rádio e deixar o vento bater no rosto sem nenhum compromisso é demais. Dá pra conhecer até alguma cidadezinha próxima, parar pra tomar um sorvete ou uma água de coco.

IMG_3768

  1. Ir a feiras: domingo é dia de feira! Seja a tradicional feira de domingo onde encontramos legumes, frutas e verduras fresquinhas, quanto as feiras de artesanatos, antiguidades, de carros, orgânicas, de adoções de animais… enfim! A maioria das feiras acontecem no domingo e, se só acontece no domingo, não tem desculpa pra deixar de ir.

IMG_5196

  1. Testar suas habilidades culinárias: este item também é ótimo. Eu até arrisco fazer uma coisinha ou outra, mas não sou uma expert na cozinha. Como domingo é aquele dia tradicional para sair da dieta sem culpa, ouse testar suas habilidades culinárias com coisas diferentes do dia a dia. Faça um bolo bem gostoso com cobertura, ou uma torta para a hora do lanche, sei lá! Invente alguma coisa na cozinha que te sirva de terapia, coloque o som bem alto e enquanto se arrisca nas panelas, cante bastante.

IMG_5083

  1. Faça compras de supermercado: não vou negar que o supermercado no domingo está sempre cheio, mas diga se é ou não é o melhor dia para fazer suas compras de casa?! Você pode ir com calma, comparar os preços sem pressa e ainda aproveitar aqueles supermercados grandes que normalmente funcionam o dia todo. Existem aqueles que estão dentro dos shoppings e são ainda melhores, porque no fim das compras dá para dar uma esticadinha no shopping e ainda fazer um lanche na praça de alimentação.

img_6185

O que acharam das dicas? Já é uma luz para combater o tédio no domingo né?! Nos outros dias da semana normalmente estamos tão atolados que se pensarmos bem, o domingo pode ser até se tornar um dia interessante pra fazer coisas diferentes.

Espero que tenham gostado das dicas! Se alguém pensar em mais alguma coisa comenta aí embaixo.

Beijos a todos, Carolina.