Para Refletir

Desapegar é Preciso

810430a76ab618da885df5d41d469d05

Há um tempo atrás eu estava almoçando com algumas amigas e uma delas disse que tinha problemas em desapegar de coisas materiais, que ela ainda guardava todas as roupinhas de bebê do filho dela (que hoje já está com 12 anos!) e vários outros pertences que ela achava que tinha um valor sentimental.

Apesar de ter achado tudo aquilo bem estranho não comentei nada, até que uma outra amiga disse que aquilo era um caso grave e que ela estava com mania de gente velha: acumular coisas inúteis para a gente, mas que podem ser úteis para outras pessoas.

Fiquei pensando no quanto sou desapegada por conta da criação que sempre tive. Na minha família sempre foi assim, passávamos as roupas de primas para primas até que não coubesse mais em nenhuma e então a gente doava. Acontece que éramos três primas com uma distância de idade que dava uma escadinha, então quando uma roupa estava parando de servir em uma criança, já estava quase cabendo na outra.

Muita gente não gosta de usar roupas que já foram de outra pessoa, mas quem tem criança sabe o quanto elas crescem rápido e perdem logo as roupas. Então o ideal é sim manter as roupinhas sempre bem cuidadas para servirem em outras crianças depois. Sem contar que você pode não gostar de usar roupas usadas, mas muitas pessoas não tem outra opção e isso é o que faz elas sobreviverem do frio de cada inverno.

doar-roupa-casa-organizar-decorar

Trazendo essa filosofia para o lado atual, a ideia do post é falar sobre todo tipo de desapego material. Hoje em dia tem muito brechó de peças decorativas, coisinhas vintage, móveis seminovos e etc. Então, doe tudo o que você não usa ou não te interessa mais e o que não der pra doar (pois muitas vezes não é tão simples encontrar quem quer ficar com as coisas que não queremos mais) e venda para essas lojas topa tudo, venda bem baratinho para brechós, venda na internet ou simplesmente doe. Hoje em dia está muito mais simples se livrar do que não queremos mais. Ah, não podemos nos esquecer das instituições de caridade, elas sempre precisam de doações.

hbkjn

Eu sempre tive vontade de fazer um bazar de trocas entre amigas. Animar a mulherada toda para um café da tarde bem animado onde cada uma levaria coisas que não usam mais para trocar entre si e fazer as coisas circularem. Vejo muita gente falando de moda sustentável, mas as pessoas não comentam tanto de objetos decorativos, móveis e aparelhos domésticos. É interessante expandir a mente para estas opções também.

Comece a pensar que se você não começar a desapegar de todas as tralhas que você não usa mais, daqui a pouco você vai acabar passando em um daqueles seriados americanos sobre acumuladores compulsivos, kkkkkkk, e aproveite para ir agora mesmo dar uma olhada em tudo que poderia estar desapegando e está só juntando poeira em casa.

Essa foi a dica para refletir de hoje. Espero que ela mobilize muitas pessoas a desapegar das coisas que não são mais usadas e que só estão juntando poeira e ocupando espaço em um canto.

Beijos e beijos, Carolina.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s