About Me · Pets

Conhecendo a Bebel

20121231_000706

Vira e mexe eu posto alguma foto em que ela aparece por aqui, então achei por bem apresentar e contar a história desse ser tão especial na minha vida: minha cachorrinha Bebel.

20121224_180232

Eu adotei a Bebel em 2008 quando ela tinha 6 meses. Sabia que queria adotar um cãozinho e que ele teria que ser de pequeno porte por conta do espaço que dispunha. Na verdade, eu tinha em mente o cachorro ideal que queria adotar, queria que fosse parecido com uma vira-latinha que minha madrinha teve quando eu era criança. Ela era branca com manchas caramelos e se chamava Garota. Cismei que queria uma cachorrinha que lembrasse a Garota devida às lembranças que eu guardava dela e, por coincidência, ou por tanto procurar, encontrei a Bebel, exatamente como minha expectativa.

Adotei a Bebel em uma clínica veterinária que na época fazia trabalho com animais resgatados e que precisavam de castração, vacinas e um novo lar. Lembro perfeitamente da Bebel (nome que já veio nela, inclusive) encolhidinha e tremendo muito dentro de uma das repartições do canil. Mal consegui pegar ela no colo de tanto medo que sentia. Ia levar ela de cara, mas a veterinária disse que ela estava programada para ser castrada no final da tarde e que no dia seguinte eu poderia leva-la se me comprometesse em fazer os cuidados do pós operatório e tal.

20130212_192656

No dia seguinte cedo eu estava lá ansiosa e pude conhecer a senhora que a havia resgatado e que me contou que ela e mais dois irmãozinhos eram cria de uma cadela do vizinho dela que estava batendo nos filhotes porque não os queriam. Aí a explicação do motivo dela ser (até hoje) um tanto arredia e medrosa.

Trouxe ela pra casa e meus pais também se apaixonaram por ela. Hoje já tem 8 anos que ela está conosco e só nos dá alegria. Ela é super quietinha, praticamente não late, não dá um pingo de trabalho e mais dorme do que tudo. Quem vem aqui em casa nem acredita que tem cachorro tão tranquilo assim.

IMG_1316

Ela é SRD (sem raça definida, o famoso vira latas), mas o veterinário diz que tem um pouco de Fox Paulistinha nela, então quando perguntam de que raça é, eu costumo dizer que ela é Fox Lata.

Nunca pensei em comprar um cão. Não julgo quem compra, porque cada um pensa de uma forma, mas meu coração não aceita comprar um vendo tantos outros morrendo de fome, sendo maltratados e abandonados por pessoas, como no caso da Bebel.

20130713_133226

Depois dela eu já adotei mais dois. O primeiro eu peguei na mesma clínica, mas morreu logo no princípio de cinomose (quando foi resgatado já estava infectado, infelizmente), e a segunda eu peguei na rua mesmo, mas como o porte era grande, ela foi crescendo mais ainda e logo doei para outra pessoa que tinha um sítio e que cuidaria dela melhor do que eu.

Pretendo adotar mais cães, mas isso daqui um tempo. Por enquanto eu vou curtindo a Bebel e mostrando um pouco mais dela aqui pra vocês de vez em quando.

20160429161038

Mais pra frente vou escrever um texto falando melhor de como é ter um cão em casa para aqueles que nunca tiveram e estão pensando em adquirir um.

O que acharam?! Vocês já adotaram ou adotariam um cãozinho também?

Beijinhos, C! – Enjoy the Party.

Anúncios

5 comentários em “Conhecendo a Bebel

  1. Ah, ela é linda e muito amada por todos. Foi amor a primeira vista e um presente de Deus em nossas vidas. É um amor incondicional e uma verdadeira amiga de todas as horas. Só tenho que agradecer e pedir a Deus que a conserve com saúde por muitos anos ainda.

    Curtir

  2. Muito lindo seu post! Concordo com você, os animais abandonados , por algum motivo passaram por uma situação triste, e , são os que mais precisam de carinho e por isso ao ser adotado , amam mais do que nunca o seu dono. A minha Milkinha também tem uma história triste. Fico muito feliz quando vejo estas nobres atitudes! Parabéns pelo post e pela Bebel! Linda linda! Beijos Claudia

    Curtido por 1 pessoa

    1. Exatamente Cláudia! Precisamos disseminar cada vez mais essa ideia de que os cães adotados são mais carinhosos, mais envolvidos com os donos e mais resistentes também do que cães puros e caríssimos.
      Estou com ideias de alguns projetos envolvendo cães para adoção mais pra frente. Se rolar mesmo, te dou notícias!
      Beijos, C!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s